Sexualidade no puerpério: a visão do casal [Sexuality in puerperium: the couple’s vision]

Walter Guimarães Jesus, Vivian Mara Gonçalves de Oliveira Azevedo

Resumo


Objetivo: conhecer como os casais vivenciam a sexualidade no período puerperal. Método: trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa de caráter descritivo analítico. O instrumento utilizado na pesquisa foi à entrevista semiestruturada. As entrevistas ocorreram nos meses de julho a novembro de 2014. Participaram 08 casais. Por meio da análise de conteúdo temática, as falas foram agrupadas, possibilitando a criação de três categorias: O significado do “resguardo” para o casal; O aleitamento materno e a relação sexual e; A vida sexual após o nascimento de um filho. Resultados: os resultados revelaram que este período é cercado de grandes transformações na vida do casal e a sexualidade no puerpério está envolvida na recuperação, dificuldades e preocupações. Conclusão: pode-se concluir que a sexualidade durante o período de transição para a paternidade/maternidade é uma área que requer um olhar mais amplo, devido às dificuldades enfrentadas pelos casais para vivenciá-la de forma plena.

ABSTRACT

Objective: to know how the couples experience sexuality in the puerperal period. Method: It is a qualitative research of analytical descriptive. The instrument used in the research was the semi-structured interview. The interviews took place from July to November/2014. Eight couples participated. Through thematic content analysis, the sentences were grouped, enabling the creation of three categories: The meaning of “resguardo” to the couple; Breastfeeding and sex and; The sexual life after birth. Results: The results revealed that this period is surrounded by great changes in the lives of the couple and sexuality postpartum is involved in the recovery, difficulties and concerns. Conclusion: It can be concluded that sexuality during the transition period for paternity/ motherhood is an area that requires a broader look, due to the difficulties faced by couples to experience it in full.

RESUMEN

Objetivo: Conocer cómo las parejas experimentan la sexualidad en el período puerperal. Método: Se trata de una investigación cualitativa de carácter descriptiva analítica. Método: El instrumento utilizado en la investigación fue la entrevista seme-estructurada. Las entrevistas tuvieron lugar entre julio y noviembre de 2014. Ocho parejas participaron. A través de análisis de contenido temático, las líneas se agruparon, permitiendo la creación de tres categorías: El significado del “resguardo” para la pareja; La lactancia materna y el sexo y; La vida sexual después del nacimiento de un niño. Resultados: Los resultados revelaron que este período está rodeado de grandes cambios en la vida de la pareja y la sexualidad después del parto está involucrado en la recuperación, las dificultades y preocupaciones. Conclusión: Se puede concluir que la sexualidad durante el período de transición para la paternidad / maternidad es un área que requiere una mirada más amplia, debido a las dificultades que enfrentan las parejas a experimentar en su totalidad.


Palavras-chave


Gravidez. Período Pós-Parto. Sexualidade.

Texto completo:

PDF(POR)

Referências


Silva DC, Rodrigues ARGM, Pimenta CJL, Leite ES. Perspectiva das puérperas sobre a assistência de enfermagem humanizada no parto normal. REBES. 2015;5(2):50-6.

Oliveira EMF. Vivência do homem no puerpério [dissertação]. Natal: Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Norte; 2011.

Salim NR, Araujo NM, Gualda DMR. Corpo e sexualidade: a experiência de um grupo de puérperas. Rev Latinoam Enferm. 2010;18(4):732-39.

Andrade MP, Silva MAM, Siqueiras DA, Mendonça GMM, Abreu LDP. Promoção da saúde sexual e reprodutiva de puérperas adolescentes: abordagem educativa baseada nos círculos de cultura de Paulo Freire. Sanare (Sobral, Online) [Internet]. 2012 [citado 2015 fev. 4];11(1):38-44. Disponível em: http://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/265/238

Costa RP. Os 11 sexos: as múltiplas faces da sexualidade humana. 3ª ed. São Paulo: Gente; 1994.

Araújo NM, Salim NR, Gualda DMR, Silva LCFP. Corpo e sexualidade na gravidez. Rev Esc Enferm USP. 2012;46(3):552-8.

Belentani LM, Marcon SS, Pelloso SM. Sexualidade de puérperas com bebês de risco. Acta Paul Enferm. 2011;24(1):107-13

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13ª ed. São Paulo: Hicitec; 2013.

Gil AC. Como elaborar um projeto de pesquisa. 4ª ed. São Paulo: Atlas; 2002.

Deslandes SF, Minayo MCS, Gomes R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes; 2008.

Hospital Sofia Feldman [Internet]. Belo Horizonte: HSF; 2014 [citado 2014 nov. 20]. Atenção à mulher [aprox. 2 telas]. Disponível em: http://www.sofiafeldman.org.br/atencao-a-mulher

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Coutinho EC, Silva CB, Chaves C, Nelas P, Parreira P, Amaral MO, et al. Mudanças no estilo de vida provocadas pela gravidez e parto. CIAIQ2014. 2015;2:382-7.

Silva LJ, Silva LR. Mudanças na vida e no corpo: vivências diante da gravidez na perspectiva afetiva dos pais. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2009;13(2):393-401.

Dessen MA, Oliveira MR. Envolvimento paterno durante o nascimento dos filhos: pai “real” e “ideal” na perspectiva materna. Psicol Reflex Crit. 2013;26(1):184-92.

Vettorazzi J, Marques F, Hentschel H, Ramos JGL, Martins-Costa SH, Badalotti M. Sexualidade e puerpério: uma revisão da literatura. Rev HCPA & Fac Med Univ Fed Rio Gd do Sul. 2012;32(4):473-9.

Barbosa BN, Gondim ANC, Pacheco JS, Pitombeira HCS, Gomes LF, Vieira LF, et al. Sexualidade vivenciada na gestação: conhecendo essa realidade. Rev. Eletrônica Enferm [Internet]. 2011 [citado 2015 abr. 22]; 13(3):464-73. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/revista/v13/n3/pdf/v13n3a12.pdf

Martins EL, Vargens OMC. Percepções de mulheres a respeito da sexualidade durante a amamentação: uma revisão integrativa. Rev Enferm UERJ. 2014;22(2):271-7.

Jager ME, Bottoli C. Paternidade: vivência do primeiro filho e mudanças familiares. Psicol Teor Prát. 2011;13(1):141-53.

Enderle CF, Kerber NPC, Lunardi VL, Nobre CMG, Mattos L, Rodrigues, EF. Condicionantes e/ou determinantes do retorno à atividade sexual no puerpério. Rev Latinoam Enferm. 2013;21(3):719-25.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.