Processo de elaboração de material educativo sobre triagem neonatal biológica The process of developing educational material on biological newborn screening] [El proceso de desarrollo de material educativo sobre el cribado biológico de los recién nacidos]

Lidiana Rocha Lustosa, Danielle Rosa Evangeslista, Tiago Barreto de Castro e Silva, Mariane de Melo Costa, Claudia Cristinne Gomes Cardoso, Leidiene Ferreira Santos

Resumo


Introdução: a construção e distribuição de folhetos educativos, direcionados aos profissionais de saúde e famílias, que contemplem informações sobre triagem neonatal biológica, podem colaborar para que esse exame seja realizado para maior número de crianças. Objetivo: descrever o processo de elaboração de material educativo, na modalidade de folheto, com informações relacionadas à triagem neonatal biológica e à promoção e proteção da saúde do recém-nascido. Método: pesquisa foi desenvolvida no Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica - Rede Cegonha, turma 2014 a 2015, na cidade de Palmas, Tocantins. Trata-se de um relato de experiência, implementado em seis etapas: busca dos materiais científicos; seleção dos artigos; construção do folheto educativo; apresentação dos folhetos educativo aos juízes; ajuste e apresentação final do folheto educativo. Resultados: o folheto educativo sobre triagem neonatal biológica, foi disponibilizado aos profissionais de saúde e famílias (usuários) atendidas na maternidade do Hospital Regional, localizada no Município de Paraíso, TO. Conclusão: o folheto educativo configura-se em estratégia para apresentar à famílias e profissionais de saúde, informações relevantes sobre triagem neonatal biológica, utilizando-se de linguagem simples e objetiva.

ABSTRACT - Introduction: the development and distribution of educational folders regarding health professionals and families that include information on biological neonatal screening may help to ensure that this examination will be conducted for a greater number of children. Objective: to describe the process of elaboration of educational material, such as folders, with information related to neonatal biological screening and to the promotion and protection of the newborn’s health. Method: research was carried out in the Specialization Course in Obstetric Nursing – Rede Cegonha, class 2014 to 2015, in the city of Palmas, Tocantins. It is an experience report, implemented in six stages: search of scientific materials; Selection of articles; Construction of the educational folder; Presentation of educational folder to experts; Adjustment and final presentation of the educational folder. Results: the educational folder on neonatal biological screening was made available to health professionals and families (users) attended at the Maternity Hospital of the Regional Hospital, located in the Municipality of Paraíso, State of Para. Conclusion: the educational foder is a strategy to present to families and health professionals relevant information about biological neonatal screening using simple and objective language.

RESUMEN - Introducción: el desarrollo y distribución de folletos educativas para profesionales de salud y familias que incluyan información sobre el cribado biológico neonatal puede ayudar a asegurar que este examen se realice para un mayor número de recién nacidos. Objetivo: describir el proceso de elaboración de material educativo, como folletos, con información relacionada con el cribado biológico neonatal y con la promoción y protección de la salud del recién nacido. Método: se realizó una investigación en el Curso de Especialización en Enfermería Obstétrica - Rede Cegonha, clase 2014 a 2015, en la ciudad de Palmas, Tocantins. Es un informe de experiencias, implementado en seis etapas: búsqueda de materiales científicos; Selección de artículos; Construcción del folleto educativo; Presentación del folleto educativo a expertos; Ajuste y presentación final del folleto educativo. Resultados: se puso a disposición de los profesionales de la salud y de las familias (usuarios) el folleto educativo sobre el cribado biológico neonatal en el Hospital de Maternidad del Hospital Regional, ubicado en el Municipio de Paraíso, Estado de Para. Conclusión: el folleto educativo es una estrategia para presentar a las familias y profesionales de la salud información relevante sobre el cribado neonatal biológico utilizando lenguaje simple y objetiva.


Palavras-chave


Triagem Neonatal; Educação em Saúde; Promoção da Saúde; Enfermagem.

Texto completo:

PDF

Referências


United Nations Children’s Fund. Estimates Developed by the UN Inter-agency Group for Child Mortality Estimation. Geneva: UNICEF; 2014.

Araújo JP, Silva RMM, Collet N, Neves ET, Toso BRGO, Viera CS. História da saúde da criança: conquistas, políticas e perspectivas. Rev Bras Enferm. 2014; 67(6):1000-7.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Tábua completa de mortalidade para o Brasil – 2011: Breve análise da mortalidade no período 2000-2011. Brasília (DF): IBGE; 2012.

Ministério da Saúde (Br). Portaria Nº822, de 06 de junho de 2001. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2001.

Ministério da Saúde (Br). Secretaria de Atenção a Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Triagem neonatal biológica: manual técnico. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016.

Nunes AKC, Wachholz RG, Rover MRM, Souza LC. Prevalência de patologias detectadas pela triagem neonatal em Santa Catarina. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013; 57(5):360-7.

Mendes LC, Santos TT, Bringel FA. Evolução do Programa de Triagem Neonatal no Estado do Tocantins. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013;57(2):112-9.

Nascimento ML. Situação atual da triagem neonatal para hipotireoidismo congênito: críticas e perspectivas. Arq Bras Endocrinol Metab. 2011; 55(8):528-33.

Reichert APS, Pacífico VC.Conhecimento de mães quanto a importância do teste do pezinho. Rev Bras Enferm. 2003; 56(3):226-9.

Garcia MG, Ferreira EAP, Oliveira FPS. Análise da compreensão de pais acerca do teste do pezinho. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2007; 17(1):1-12

Abreu IS, Braguini WL. Triagem neonatal: o conhecimento materno em uma maternidade no interior do Paraná, Brasil. Rev Gaúcha Enferm. 2011; 32(3):596-601.

Nascimento EA, Tarcia RML, Magalhães LP, Soares MAL, Suriano MLF, Domenico EBL. Educational pamphlets on health: a reception study. Rev Esc Enferm USP. 2015; 49(3):435-42.

Oliveira SC, Lopes MVO, Fernandes AFC. Construção e validação de cartilha educativa para alimentação saudável durante a gravidez. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2014; 22(4):611-20.

Santos LF, Oliveira LMAC, Munari DB, Peixoto MKAV, Silva CC, Ferreira ACM, et al. Grupo de suporte como estratégia para assistência de enfermagem à família de recém-nascidos hospitalizados. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2012; 14(1):42-9.

Laboratório de Triagem Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP. Manual de normas técnicas e rotinas do teste de triagem neonatal. São Paulo (SP): USP; 2011.

Ministério da Saúde (Br). Portaria N° 1.361, de 04 dezembro de 2013. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013.

Santos LF, Oliveira LMAC, Munari DB, Barbosa MA, Peixoto MKAV, Nogueira ALG. When the communication is harmful in the encounter between health professional and family of hospitalized child. Enferm Glob. 2015; 14(37):216-26.

Souza VB, Silva JS, Barros MC, Freitas PSP. Soft technologies in health to potentize the quality of care to pregnant women. Rev enferm UFPE. 2014; 8(5):1388-93.

Reberte LM, Hoga LAK, Gomes, ALZ. O processo de construção de material educativo para promoção da saúde da gestante. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2012; 20(1):1-8.

ANDRADE, C. Z. L. et al. Desenvolvimento e validação de jogo educativo: medida da pressão arterial. Rev Enferm UERJ. 2012; .

Acosta DF, Strefling ISS, Gomes VLO. Neonatal screening: (re)thinking nursing practice. Rev enferm UFPE. 2013; 7(2):572-8.

Strefling ISS, Monfrim XM, Lunardi Filho WD, Carvalho KK, Azevedo ALS.Conhecimento sobre triagem neonatal e sua operacionalização. Cogitare Enferm. 2014; 19(1):27-33.

Reis EFS, Partelli ANM. Teste do Pezinho: conhecimento e atitude dos profissionais de enfermagem. Rev. Bras. Pesq. Saúde. 2014; 16(1):25-33.

Nascimento EA, Tarcia RML, Magalhães LP, Soares MAL, Suriano MLFS, Domenico EBL. Educational pamphlets on health: a reception study. Rev Esc Enferm USP. 2015; 49(3):435-42.

Abreu IS, Braguini WL. Triagem neonatal: o conhecimento materno em uma maternidade no interior do Paraná, Brasil. Rev Gaúcha Enferm. 2011; 32(3):596-601.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.