Diabetes gestacional e assistência pré-natal de alto risco em um hospital universitário [Gestational diabetes and high-risk prenatal care in a university hospital] [Diabetes gestacional y atención prenatal de alto riesgo en un hospital universitario]

Juliana Vidal Vieira Guerra, Valdecyr Herdy Alves, Cristina Ortiz Valete Sobrinho, Audrey Vidal Pereira, Diego Pereira Rodrigues

Resumo


Objetivo: analisar a assistência pré-natal, a partir do número de consultas obstétricas e nutricionais na gestação, e a relação com o diabetes gestacional. Método: estudo quantitativo, descritivo e analítico, de coorte retrospectivo, com análise da associação entre a assistência pré-natal e o DMG em gestantes no Hospital Universitário Antônio Pedro, Niterói-RJ. Resultados: 23,04% das participantes realizaram menos de 6 consultas de pré-natal, e 77,5% realizaram menos de 4 consultas nutricionais durante o pré-natal.  Conclusão: Estudos que evidenciam o perfil de acesso e integralidade aos serviços de saúde são importantes, principalmente para a melhoria da assistência prestada e elaboração de novas políticas de saúde pública para a população (ou reformulação daquelas já existentes).

ABSTRACT

Objective: to analyze prenatal care, based on the number of obstetric and nutritional consultations during pregnancy, and the relationship with gestational diabetes. Method: a quantitative, descriptive and analytical retrospective cohort study, analyzing the association between prenatal care and GDM in pregnant women at the University Hospital Antônio Pedro, Niterói-RJ. Results: 23.04% of participants had less than 6 prenatal consultations, and 77.5% had less than 4 nutritional consultations during prenatal care. Conclusion: studies that show the profile of access and comprehensiveness to health services are important, especially for the improvement of care provided and the elaboration of new public health policies for the population (or reformulation of those already existing).

RESUMÉN

Objetivo: analizar la atención prenatal, en función del número de consultas obstétricas y nutricionales durante el embarazo, y la relación con la diabetes gestacional. Método: estudio de cohorte cuantitativo, descriptivo y analítico retrospectivo, analizando la asociación entre la atención prenatal y la DMG en mujeres embarazadas en el Hospital Universitario Antônio Pedro, Niterói-RJ. Resultados: el 23.04% de los participantes tuvo menos de 6 consultas prenatales, y el 77.5% tuvo menos de 4 consultas nutricionales durante la atención prenatal. Conclusión: los estudios que muestran el perfil de acceso e integralidad a los servicios de salud son importantes, especialmente para la mejora de la atención brindada y la elaboración de nuevas políticas de salud pública para la población (o la reformulación de las ya existentes).


Palavras-chave


Diabetes Gestacional. Atenção Pré-natal. Complicações na gravidez

Texto completo:

PDF(POR)

Referências


Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes: 2014-2015 [organização José Egidio Paulo de Oliveira, Sérgio Vencio]. São Paulo: AC Farmacêutica; 2015.

Ministério da Saúde (Br). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Gestação de alto risco: manual técnico 5. ed. Brasília: Ministério da Saúde - Série A: Normas e Manuais Técnicos; 2010.

Saunders C, Bessa TCA, Padilha PC. Assistência Nutricional Pré-natal. In: Accioly E, Saunders C, Lacerda EMA. Nutrição em Obstetrícia e Pediatria. edição revisada; 2. reimpressão revisada e atualizada. Rio de Janeiro: Cultura Médica/Guanabara Koogan.

Padilha PC, Sena AB, Nogueira JL, Araújo RPS, Alves PD, Accioly E, Saunders C. Terapia Nutricional no diabetes gestacional. Rev. Nutr. 2010;23(1):95-105.

Thomaz LH, Lopes RE, Ribeiro NPA, Corrêa MMR, Mello OL, Saunders C. Systematic review; Nutritional therapy in gestational diabetes mellitus. Nutr Hosp. 2013;28(6):1806-14.

Reis MR. Alterações macroscópicas do cordão umbilical em gestações de alto risco e suas repercussões neonatais [manuscrito] / Marilya Rodrigues Reis. - 2014. xv, 68 f. : il., figs, tabs. Último acesso em 28/07/2016. Disponível em: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tede/4294/5/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20-%20Marilya%20Rodrigues%20Reis%20-%202014.pdf

Padilha PC, Saunders C, Machado RCM, Da Silva CL, Bull A, Sally EOF, Accioly E. Associação entre o estado nutricional pré-gestacional e a predição do risco de intercorrências gestacionais. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. 2007;29(10):511-518.

Carvalho VCP, Araújo TVB. Adequação da assistência pré-natal em gestantes atendidas em dois hospitais de referência para gravidez de alto risco do Sistema Único de Saúde, na cidade de Recife, Estado de Pernambuco. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [Internet]. 2007 Sep [cited 2017 Oct 26] ; 7( 3 ): 309-317. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292007000300010&lng=en

http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292007000300010

Saunders C, Santos MAS, Padilha PC. A orientação dietética e a qualidade da assistência pré-natal. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. [Internet]. 2011 Jan [cited 2016 Aug 06];33(1):09-12.Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-72032011000100001&lng=en

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032011000100001

Xiao RS, Simas TA, Person SD, Goldberg RJ, Waring ME. Diet quality and history of gestational diabetes mellitus among childbearing women, United States, 2007-2010. Prev Chronic Dis. 2015;12:E25.

Ribeiro AMC, Silva CN, Rocha GM, Pereira ML, Rocha A. Diabetes gestacional: determinação de fatores de risco para Diabetes Mellitus. Rev Port Endocrinol Diabetes Metab. 2015;10(1):8-13.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.