Avaliação das práticas assistenciais de enfermagem no alojamento conjunto [Evaluation of nursing practices in rooming-in care]

Tamara Cristina da Matta de Oliveira, Adriana Lenho de Figueiredo Pereira, Patricia Santos Barbastefano

Resumo


RESUMO - Introdução: O período puerperal é visto como um momento de adaptação para mãe, bebê e família, que requer cuidado individualizado, ambiente acolhedor e escuta diferenciada. Objetivos: descrever a avaliação da assistência de enfermagem prestada no alojamento conjunto com base nas Diretrizes Assistenciais de Enfermagem Obstétrica e identificar as necessidades de qualificação das práticas assistenciais realizadas. Método: A pesquisa exploratória utilizou a técnica da observação participante e formulário do tipo checklist sobre as práticas assistenciais preconizadas no alojamento conjunto de uma maternidade pública. Os dados receberam tratamento estatístico descritivo. Resultados: O quantitativo de enfermeiras e técnicos de enfermagem é adequado e há necessidade de aprimoramento na verificação diária dos sinais vitais das puérperas; observância das respostas emocionais da mulher no puerpério; realização do exame físico do recém-nascido pela enfermeira e orientações para a alta hospitalar. Conclusão: o cenário assistencial investigado precisa avançar na perspectiva do cuidado integral e modificar a centralidade do cuidado em práticas rotineiras e instituir estratégias de educação permanente para equipe de enfermagem.

ABSTRACT - Introduction: The postpartum period is seen as a moment of adapting for mother, baby and family, which requires individualized care, welcoming environment and differentiated listening. Objectives: To describe the evaluation of nursing care provided in rooming-in based on Nurse-Midwifery Care Guidelines and identify the qualification needs of care practices performed. Method: The exploratory research using the technique of participant observation and form checklist type on recommended care practices in rooming-in of a public hospital. The data received descriptive statistical analysis. Results: The quantity of nurses and nursing technicians is adequate and there is need of improvement in daily checking postpartum women’s vital signs; observance of the emotional responses of puerperal women; physical examination of the newborn by the nurse and orientations for hospital discharge. Conclusion: The investigated scenario need to advance on integral care, modify the centrality of care in routine practices and implementing strategies for continuing education for nursing staff.


Palavras-chave


Enfermagem obstétrica; assistência de enfermagem; alojamento conjunto.

Texto completo:

PDF

Referências


Ministério da Saúde (BR). Programa de humanização no pré-natal e nascimento: informações para gestores e técnicos. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2000.

Soares AVN, Silva IA. Representações de puérperas sobre o sistema alojamento conjunto: do abandono ao acolhimento. Revista Escola Enfermagem USP. 2003; 37(2): 72-80.

Souza KV, Cubas MR, Arruda DF, Carvalho PRQ, Carvalho CMG. A consulta puerperal: demandas de mulheres na perspectiva das necessidades sociais em saúde. Rev. Gaúcha Enferm. 2008; 29(2):175-81.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada - manual técnico. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2005.

Strapasson MR, Nedel MNB. Puerpério imediato: desvendando o significado da maternidade. Rev. Gaúcha Enferm. 2010; 31(3): 521-28.

Merighi MAB, Gonçalves R, Rodrigues IG. Vivenciando o período puerperal: uma abordagem compreensiva da Fenomenologia Social. Rev. bras. enferm. 2006; 59(6):775-79.

Gomes ML. Enfermagem Obstétrica: diretrizes assistenciais. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2010.

Ministério da Saúde (BR). Normas Básicas para alojamento conjunto. Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno. Grupo de defesa da saúde da criança. Brasília: Ministério da Saúde, 1993.

Pilotto DTS, Vargens OMC e Progianti JM. Alojamento conjunto como espaço de cuidado materno e profissional. Rev. bras. enferm. 2009; 62(4):604-07.

Almeida MS. Assistência de enfermagem à mulher no período puerperal: uma análise das necessidades como subsídios para a construção de indicadores de gênero [Tese]. Ribeirão Preto (SP): Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem; 2011.169p.

Ministério da Saúde (Br). Manual Técnico. Pré-natal e puerpério atenção qualificada e humanizada. Caderno nº 5 Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2006.

Gaidzinski RR, Cirico MOV, Soares AVN. Identificação das intervenções de enfermagem no Sistema Alojamento Conjunto. Rev Esc Enferm USP. 2010; 44(2):308-17

Souza KV, Assis LTM, Chianca TCM, Ribeiro CL, Gomes AC, Lima RJ. Roteiro de coleta de dados de enfermagem em alojamento conjunto: contribuições da articulação ensino-serviço. Esc. Anna Nery. 2012; 16(2): 234-39.

Roteiro de coleta de dados de enfermagem em alojamento conjunto: contribuições da articulação ensino-serviço. Escola Anna Nery vol.16 nº.2. Rio de Janeiro Abril/Junho, 2012.

Monticelli M, Elsen I. A cultura como obstáculo: percepções da enfermagem no cuidado às família em alojamento conjunto. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, 2006; 15 (1):26-34.

Polit DF, Beck CT e Hungler BP. Fundamentos de Pesquisa em Enfermagem Métodos, Avaliação e Utilização. 5ª ed.. Porto Alegre (RS): Artmed, 2004.

Ministério da Saúde (Br). Estudo da mortalidade de mulheres de 10 a 49 anos, com ênfase na mortalidade materna: relatório final. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2006.

Pimpão F, Kerber N, Francioni F, Rangel R, Lunardi Filho W. O cuidado de enfermagem no alojamento conjunto: uma revisão integrativa. Cogitare Enferm. 2012; 17(3):562-7

Almeida MS, Silva IA. Necessidades de mulheres no puerpério imediato em uma maternidade pública de Salvador, Bahia, Brasil. Rev Esc Enferm USP. 2008; 42(2):347-54


Apontamentos

  • Não há apontamentos.